EDUCAÇÃO: APLB manterá greve até que o prefeito ACM Neto receba comissão para negociar


A greve dos trabalhadores da rede municipal de ensino de Salvador deve continuar até que uma comissão composta por representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) e Sindicato dos Servidores da Prefeitura do Salvador (Sindseps) seja recebida pelo prefeito ACM Neto (DEM).

Foi esta a decisão aprovada na assembleia geral dos servidores municipais realizada na manhã desta terça-feira (17). Logo após a reunião, cerca de três mil professores promoveram uma manifestação em frente à Prefeitura. O objetivo seria forçar um encontro com o prefeito da capital baiana, mas o grupo acabou sendo recebido pelo Chefe de Gabinete do Executivo, Kaio Moraes.

Elza Lemos, diretora da APLB, informou que Moraes limitou-se a dizer que até a próxima quinta-feira (19) entrará em contato para informar se Neto receberá ou não os representantes do sindicato. A pretensão da entidade é negociar diretamente com o prefeito e, a partir daí, buscar soluções para o fim da greve.

Uma nova assembleia com os servidores foi convocada para a próxima sexta-feira (20), onde serão discutidos os rumos do movimento.
POST ANTERIOR
PRÓXIMO POST
Notícias Relacionadas